Todos os Artigos Edgar Martins

CHACRA CARDÍACO, CENTRO DE AMOR E DA CORAGEM

images-6

A busca pela espiritualidade possui um caminho bem definido. Eu ousaria dizer até que só existe um caminho real: A ancoragem do AMOR INCONDICIONAL.
Sei que a definição de amor incondicional não é fácil de ser compreendida e muito menos de ser alcançada, pois amar incondicionalmente implica em não esperar nada em troca, nem mesmo amor de volta! Ao olharmos esta questão a partir do nosso Eu Machucado, ou Ego distorcido, pensamos: “Como assim? Amar quem não nos ama? Ou ainda pior, quem nos odeia?”. É exatamente isto! Amar até quem não nos ama.
Entendo que parece difícil, mas isto ocorre apenas porque não descobrimos o caminho para o amor incondicional; estamos utilizando nosso intelecto humano (físico) para pensarmos sobre o assunto. Nesta frequência, é muito comum as pessoas se irritarem com o comportamento alheio, sentirem-se ofendidas, desrespeitadas, mas isto é apenas um reflexo do ego. Não existe desrespeito que venha de fora, se dentro estamos inteiros!
Se você alguma vez tentou colocar alguém no “seu devido lugar” com palavras ásperas ou atitudes de superioridade, pode ter certeza que fez isto a partir de seus traumas inconscientes e não do auto reconhecimento que você deveria ter.
Somos formados por um corpo físico e sete principais corpos sutis. Os três chamados inferiores são relacionados às manifestações do nosso corpo físico: Etérico, Emocional e Mental inferior, e manifestam nossa necessidade de sobrevivência, de poder, de amparo!
Os três corpos superiores estão diretamente relacionados à nossa vida espiritual: Intuitivo, Búdico, Eu Superior. Estes manifestam nossa perfeição, infinitude e amor incondicional. Por isto, chamamos os corpos inferiores de “físicos” e os superiores de “espirituais”.
O quarto corpo é para mim o corpo que define como iremos viver: é chamado duplo-entérico, espiritual ou astral e está diretamente ligado ao Chacra Cardíaco. Este corpo é basicamente um canal que transfere informações entre o “físico” (o corpo físico e os três sutis inferiores) e o “espiritual” (os três corpos sutis superiores). Ele também permite nos desdobrarmos em outras dimensões. Neste corpo ancoramos e manifestamos Amor e Coragem! Um não existe sem o outro.
Há casos em que este corpo se fecha em função de traumas, medos, e/ou frustrações e então temos duas opções:
• Viver ancorados apenas no corpo físico, à mercê de nossas emoções e percepções mentais, tornando-nos pessoas medrosas, ou materialistas, basicamente “egóicas”.
• Viver ancorados apenas no espiritual e nos tornarmos alienados do plano físico, sem saber lidar com o dinheiro, com o sexo, com as questões práticas da vida e, pior, sem criar raízes de identificação: a “insustentável leveza do ser” que nos impele a viver sem responsabilidades, dando desculpas espirituais a tudo!
Viemos à Terra para vivermos este paradigma, não é mesmo? Precisamos, então, equilibrar as duas informações “espiritual e física” para realizar e materializar o que viemos fazer. Para isto apenas a coragem pode dar a termo, e como coragem sem amor não existe, é necessário expandir o chacra cardíaco e abrir o canal ao qual chamamos de antakharana, que conduz ao Eu Superior ou seu Cristo pessoal. Apenas em contato com nosso Eu Superior é que temos Inteligência Divina para amar incondicionalmente. Amor incondicional não é um querer, é um ser! Você se torna pleno de amor, em primeiro lugar para si mesmo e depois transborda para todo o planeta, para cada ser, para cada situação! Não há como não agir assim! Esta passa a ser sua própria natureza!
Essencial para viver a 5ª dimensão é voltar-se para esta verdade e planejá-la como um caminho, ou melhor: o Caminho!
download-7
E para terminar, um chavão: Ame, viva e seja feliz! Nesta ordem!
Fonte: Karenn Liège
Logo Escola Flor da Vida II cópia

Sobre o autor | Website

Deixe um comentário abaixo:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!