Todos os Artigos Edgar Martins

Crianças Índigo: o que elas têm para nos ensinar?

 

As Crianças Índigo, também chamadas de “rompedores de sistemas”, vêm ao mundo com a missão de promover a aceleração do processo de evolução humana e planetária.

São as chamadas Crianças Índigo, ou Crianças de Luz, como a parapsicologia também gostam de chamar. São assim chamadas, por sua aura ser azul-índigo. Segundo o dicionário “Houaiss”, a aura, significa “suposta manifestação de substância etérea que irradia de todos os seres vivos, somente perceptível por pessoas de sensibilidade especial”.

São crianças que nasceram aqui e acolá, também chamadas (sensitivas), mas esta informação começou a ser veiculada em 1982, quando a parapsicóloga norte-americana Nancy Ann Tappe lançou o livro “Understanding Your Life Through Color” (Entendendo sua Vida Através da Cor). Foi a primeira publicação a mencionar o padrão de comportamento dessas novas crianças nascidas a partir dos anos 1970 e tidas, segundo a psicóloga Valdeniza Sire Savino, como “pioneiras, desbravadoras, e agentes de transformação que provocarão, por meio de suas atitudes, mudanças em todos os setores da sociedade e quebra de paradigmas”.

Estas crianças são geralmente muito sensíveis, inteligentes ao extremo, amam animais e têm uma inclinação fortíssima ao que se diz sobre compaixão e amor ao próximo. São guiadas por um grande senso de justiça. Têm liderança carismática. Não são massa de manobra, não se deixam conduzir, nem são manipuláveis. Não conseguem seguir regras ou disciplinas severas, não aceitam “não”. Nunca. Querem ter escolhas, querem negociar. Possuem muita energia, distraem-se facilmente. Discutem. Resistem à autoridade. São popularmente e infelizmente chamadas de “terríveis”, “pestinhas”, “criança problema”.

Não são adeptas de práticas que agridam a natureza. Detestam preconceito.

Muitas delas não aceitam comer carne de qualquer animal, preferem escolher legumes, verduras e comem pouca quantidade.

Acreditam em Deus, e a continuação da vida após a morte não é novidade para elas.

Podem ser diagnosticadas comumente com TDA (transtorno de déficit de atenção) ou alguma outra forma de hiperatividade.

Geralmente, os pais levam essas crianças ao  psicólogo ou até ao psiquiatra, dando-lhes medicamentos, tendo pouquíssima  melhora, nenhum resultado ou até piora de comportamento, pois nada tem a ver com esse tipo de tratamento.

Os educadores têm muita dificuldade de trabalhar com essas crianças em idade escolar,  através dos métodos tradicionais. O início da alfabetização é onde as características começam a se acentuar, piorando na adolescência, pois não conseguem ser compreendidos.

Segundo Nancy, os índigos vivenciam uma grande mudança por volta dos 26 ou 27 anos, quando passam a ter noção de sua missão na Terra. Começam a ter uma visão cada vez mais clara do que vieram fazer aqui, de seus objetivos, e seguem seu ideal até se tornarem mais velhos e poderem concluí-lo. Os adultos com esse perfil, em geral, cresceram com um sentimento de inadequação, sentindo-se diferentes.

Se você tem uma criança assim, com algumas destas características, busque, pesquise, e procure saber mais sobre seu mundo. Isso não significa que vai deixar de educar, orientar, colocar limites, mas aceite-a, escute-a, some com ela, ajude-a em sua jornada.

13 SINAIS COMUNS DE UMA CRIANÇA ÍNDIGO

Se você já se perguntou será que sou uma índigo, aqui estão alguns traços que podem fazer você se sentir familiar.

1. VOCÊ  SE SENTE  EMPODERADO
Você nasceu e Sent-se especial e lá no fundo você sabe disso.

2. VOCÊ ESTÁ DESTINADO A ESTAR AQUI
Você se sente confiante e até mesmo um pouco arrogante às vezes – e encorajado por algo maior do que você pode nomear.

3. VOCÊ TEM ALTAS EXPECTATIVAS COM RELAÇÃO A VOCÊ E AOS OUTROS
Isso pode causar um relacionamento de interações desafiantes. Você vê apenas o melhor e espera que os outros estejam à altura. E você mesmo, você pode ser implacavelmente autocrítico.

4. VOCÊ É PERCEPTIVO
Indigos vêem o mundo de forma diferente. Juntamente com a certeza de auto-confiança, muitas vezes você pensa que seu caminho está certo e se ofendeu se outros não conseguem ver, muito menos agir, pelo seu ponto de vista. Se os Índigos governassem o mundo, você poderia ter certeza que não haveriam problemas.

5. VOCÊ QUESTIONA AUTORIDADE
Você não é um negociador, tão certo em seus pontos de vista e maneiras, muitas vezes você é rebelde e crítico dos que estão no poder.

6. Você quer superar o homem
Sistemas difíceis e rígidos parecem tolos para você e muitas vezes se tornam antagônicos ao que os outros experimentam de forma normal.

7. VOCÊ É CRIATIVO
Musicalmente e artisticamente dotado, sua arte convida outros a verem o mundo ao redor através de seus olhos.

8. VOCÊ É UM FABRICANTE DE MUDANÇAS
Sua percepção sobre as falhas da sociedade é tão forte que você é um líder magnífico, oferecendo melhores métodos de negócios, sociedade e maneiras de ser.

9. VOCÊ É UMA ALMA PERDIDA
Você se sente fora de seu lugar com relação aos outros, pois reconhece que você é diferente da maioria das pessoas. Você pode tender a ser solitário ou rebelde, não querendo comprometer-se apenas para se adequar.

10. VOCÊ É CONDUZIDO
Como a missão da alma Índigo está codificada em seu próprio ser, você não está disposto a recuar ao confrontar o que se sente fora da integridade.

11. VOCÊ É UM APAIXONADO E FOCADO
Diante dos temperamentos ardentes, algumas ações podem ser difíceis de tomar, você não é do tipo que ficará quieto ou será silenciado.

12. VOCÊ É ALTAMENTE PSÍQUICO
Sem necessidade de desenvolvimento, sua capacidade psíquica é sintonizada. Enquanto você não vê nada especial em sua habilidade, isso lhe dá uma vantagem em ler os outros com facilidade e ver através das máscaras.

13. VOCÊ SE SENTE FRUSTRADO
Juntamente com a visão de grandes imagens e a movimentação de almas inquietas pela mudança, você se torna facilmente frustrado com a sociedade e com outros que não estão mudando rapidamente. A paciência é algo que deve ser desenvolvida.

DESAFIOS DA CRIANÇAS ÍNDIGO

Nem todos os nascidos dessa geração carregam esse novo plano. Os primeiros foram conhecidos como “escoteiros”, testando o clima para ver se mais almas poderiam ser introduzidas. Também não devemos assumir que ser um índigo é algo ideal. Longe disso! Além da responsabilidade que tal distinção irá carregar, também testemunhamos o impulso dos índigos ficarem paralisados às vezes.

MUDANÇA DE PROPÓSITO

As crianças índigo estão destinadas a fazer mudanças, a desafiar a sociedade e a se fazerem ouvidas naquilo que vêem como as falhas no sistema. Quando esta missão está completa, elas precisam mudar o propósito da vida de forma bastante drástica. Aqueles que são jogados fora de seu caminho de vida cedo, isto é, dizer que seu empurrão para o progresso foi frustrado ou esquecido muitas vezes se entregam.

DEPRESSÃO

Nós testemunhamos muitos índigos afundados na depressão, vícios e até mesmo suicídios. Tão forte é essa frustração, podem fechar-se profundamente em si mesmos quando são incapazes de criar as mudanças que são inflexíveis e que  precisam ser feitas. O pior resultado para um Índigo é ser ignorado ou zombado … por sua percepção de falcão são capazes de prever armadilhas muito antes que essas apareçam e são obrigados a impulsionar a mudança em níveis maciços.

INTEGRIDADE

Um dos atributos mais abençoados das Crianças Índigo é a sua integridade. Eles o carregam dentro de si de maneira profunda, podem facilmente sentir quando os outros são desonesto. Eles nem sempre podem ver isso como um presente, pois o mundo pode ser corrupto e indiferente. No entanto, eles carregam um profundo conhecimento de que eles são “corretos” mesmo que, se pressionados, eles podem não ser capazes de explicar sua certeza.

Muita Luz, com todo carinho

Edgar Martins

Fonte:  Cenira de Fátima Vieira e Candye Murphy

Sobre o autor | Website

Deixe um comentário abaixo:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!