5 DICAS DE COMO SE PROTEGER ENERGETICAMENTE

 1- Feche seu campo energético antes de sair de casa, é muito simples, fazer uma movimento de zíper mesmo com as mãos desde o seu chakra base até o topo da cabeça. Durante o seu dia seu campo pode ser “quebrado” por contato físico, aparelhos eletrônicos como o celular, ganchos e ataques psíquicos, se você sentir necessidade pode refazer esse fechamento do campo durante o dia quantas vezes sentir necessidade.

2- Seja fiel a si mesmo (a) e aprenda a dizer não
Muitas vezes no envolvemos em contextos sociais de estar em lugares e pessoas que não desejamos, há questões muito profundas que podem estar por trás do receio de dizer não e precisamos encontrar as razões por trás do sintoma. Podem ser o medo da solidão, receio do julgamento, de ser excluído(a) dos sistema familiar ou do círculo de amigos, e no final das contas o medo da solidão. Há muitas outras possíveis razões em um nível subconsciente, o que precisamos estar conscientes é sobre nossa fidelidade a nós mesmos, nossos sentimentos e quereres.


3- Blinde seu campo sendo uma fonte de energia renovável e limpa.
Eu e você somos como pequenas fontes de produção de energia, a energia do vento e da água geram energia através do próprio movimento, podemos usar nossa pouca energia para gerar mais energia.

4- Aprenda a tomar suas decisões por si mesmo (a). Toda vez que pedimos opinião ao outro, permitimos que os padrões e paradigmas do outro se reflitam diretamente em nossas vidas. Passamos a agir e tomar decisões com base no que nosso entorno acredito e deixamos de nos escutar, nosso campo energético também fica enfraquecido. As opiniões sempre serão divergentes.

5- Libere suas crenças e expanda seu campo, quanto mais crenças você tiver limpado e liberado, mais o seu campo se expande criando uma barreira de proteção natural, quanto mais limpamos as crenças mais entramos na vibração da nossa essência divina que é pura luz.”

Muita Luz, Edgar Martins

Fonte: https://www.instagram.com/p/CAq8Kt7Du6l/?utm_source=ig_web_copy_link

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!