A Nossa segunda boca

No caso das energias externas, o chakra relacionado é o umbilical, ali é a nossa segunda boca, por onde entram energias externas das fontes, ambientes e pessoas de convívio.

Sim, com toda certeza, se durante o dia estivermos expostos a ambientes e pessoas negativas, isso prejudicará e muito a vibração do corpo etérico, aura vital, desgastando-a e contaminando-a com larvas psíquicas que irão interagir diretamente na qualidade de sono e experiências extra-corpóreas, decaindo a nossa frequência-base naquela noite e nos expondo ao risco inclusive de pesadelos. Muitos são os pesadelos e sonhos que tentam nos alertar sobre essas doenças psíquicas contraídas nos diversos ambientes e círculos de nosso convívio.

É preciso então selecionar ambientes e amizades, e tentar controlar a segunda boca, o chakra umbilical, e certificar-se de que estaremos em contato com boas e limpas energias. O contato com a natureza, ambientes claros e luminosos, é excelente terapia para a nutrição vital via umbigo. Não é a toa que este chakra é chamado solar, plexo solar. É a segunda boca do corpo físico, que ingere energias diretamente da luz do Sol, e da Terra e dos ambientes e pessoas.

Este chakra tem uma conexão direta com as forças do nascimento e nutrição vital. Quando o feto se desenvolve dentro do ventre materno, ele recebe alimento e energia diretamente da sua mãe,fonte externa.

Mas depois que é cortado, continua existindo outro cordão umbilical em nossa barriga, invisível, que é a conexão contínua do chakra umbilical (manipura, nossa segunda boca) com as fontes externas de energia, especialmente a energia solar e as energias planetárias.

Ou seja, nosso corpo continua sendo um FETO dentro do ventre da natureza, o que explica a importância da vida natural em nossa existência, e o quanto a urbanização e a destruição desenfreada da natureza, aliada a crescente poluição dos elementos, está causando a maior parte das doenças na população. Tudo porque nossa segunda boca está ingerindo cada vez mais toxinas planetárias.

Nunca deixamos de ser embriões dentro da energia vital da nossa segunda mãe, a Natureza. Porém, todos nós corremos o risco de sermos abortados dela por causa desse quadro de violência generalizada contra Gaia…

(Mas… se for o caso de descarregar essas energias pesadas do corpo. ainda não inventaram nada melhor que o tradicional banho de sal grosso!) Recomendo ainda que em seguida tome um banho de manjericão, o sal grosso limpa todas as energias, e precisa reequilibrar com esse maravilhosos banho.

Muita Luz,

Edgar Martins

Fonte: https://www.facebook.com/sitetonocosmos/photos/a.753109861478476/2219349538187827/?type=3&theater

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!