O sagrado feminino

O sagrado feminino

Não se pode negar a existência do Sagrado Feminino. A mulher tem em si um poder ancestral; ela carrega consigo a intuição, a compreensão, a compaixão e o amor em sua essência, estabelecendo conexões dela com o mundo, dela com os outros, dela com o divino.

Uma vez consciente desse poder, ela usa-o com sabedoria e imparcialidade nos afetos e dissabores que a vida pode trazer.

Desde os tempos remotos, vida e morte permeiam a mulher de forma muito próxima, desde parteiras e curandeiras, além de dar luz a outras vidas, bem como auxiliadora nas transições de ritos de passagens dos indivíduos que a cerca e mantendo forte ligação entre o humano e o divino usando da sua intuição e sexto sentido.

Mas em muitas mulheres o Sagrado Feminino adormece devido ao valor que é dado ao mundo físico-material, ao cotidiano.

Não existe uma fórmula mágica para despertar esse poder, mas quando chega o momento em que algumas questões já não são totalmente respondidas de imediato e de acordo com os recursos que se tem, é chegada a hora de ampliar esses questionamentos e escutar o coração.

Estamos fortemente ligados à natureza, aos quatro elementos. Um vento que sopra, um som que escutamos ao longe, um detalhe que percebemos, desperta momentaneamente em nós, a conexão com o divino, chegando pensamentos intuitivos, insight (s) e o reconhecimento de situações que passam despercebidas por outras pessoas.

A mulher que busca despertar esse poder deve cultivar uma forma diferente de espiritualidade, deve conseguir enxergar o sagrado em todas as manifestações, respeitando a natureza e fazer um trabalho contínuo de aceitação de si mesma e do próximo, deve trabalhar a compaixão pelo semelhante e principalmente ter um profundo reconhecimento da intuição e sabedoria que reside em cada uma de nós!
Algumas dicas aqui serão colocadas para a abertura dessas conexões, são atitudes e comportamentos simples, mas que envolve o desprendimento de certas imposições sociais.

– Crie um espaço sagrado em seu lar, pode ser um altar ou lugar em que foi escolhido com carinho para acolher tudo que simboliza o que você acredita.

– Crie momentos sagrados para você, reserve esses momentos junto à natureza, fazendo uma caminhada num parque, pisando descalça na grama, contemplando um lago, cachoeira, ouvindo uma boa música que te conforte, familiares e amigos verdadeiros serão bem vindos para a harmonização de seu ser.
– Agradeça sempre a natureza, contemple-a sentindo os pingos da chuva, o vento forte que sopra os cabelos, a lua que ilumina o sol que brilha, Agradeça sempre.

– Respeite seu corpo como morada temporária de seu ser, cuide de sua alimentação, de seus exageros, fugas e compensações. Alimente-se com qualidade. Cuide-se bem, para viver bem!

– Sempre que possível, vá “lá dentro” entre em contato com sua criatividade e traga-a para fora. Aprenda algo novo. Arrisque-se, aprenda a desenhar, pintar, escrever poesias, cantar… a vida é formada por aprendizados!
Entenda que tudo está ligado, a forma e a qualidade de seu sono, de sua alimentação e de suas atitudes, revelam verdadeiramente sua essência.

Busque problemas mal resolvidos e resolva-os, seja de relacionamento com pai ou mãe, relacionamentos amorosos e sociais. Descubra o que desencadeou certas mágoas e se elas podem ser dissipadas ou simplesmente perdoadas. Cuide de “sua criança” ferida, carente, ajude-a crescer dando-lhe amor, carinho e compreensão, mas não se esconda atrás das mentiras que estão envolvidas, seja forte!

Reconheça e transforme seus pensamentos negativos, entenda porque eles chegam até você ou, principalmente, porque eles emergem de você. Geralmente eles estão ligados a questões mal resolvidas, respostas não dadas, pontos de vista não colocados ou não respeitados… situações essas, que causam frustrações e que foram abafadas e sufocadas pela mentira, falsidade social, circunstâncias.

Enxergue a vida com mais ternura, mais brilho e leve a luz aos lugares mais sombrios de sua alma, só assim é possível estabelecer conexões mais profundas com nossa essência feminina.

Viva de forma consciente, coloque em prática os milhares de ensinamentos que buscou durante toda a sua vida, para aliviar angústias, encontrar respostas. Elas estão dentro de cada uma de nós!.

Enfim, faça da sua existência uma escola de aprendizado e transformação. Quando você conseguir ser e reconhecer-se como parte integrante da essência sagrada tudo em sua volta se transformará em divino.
Muita Luz,

Edgar Martins
Fonte: https://paraumanovaconsciencia.blogspot.com/2015/02/o-sagrado-feminino.html?m=0

Sobre o autor | Website

Deixe um comentário abaixo:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!