Os Segredos do Merkabah

            O Merkabah é como um corpo que
envolve o campo áurico de cada pessoa. Não é nada que tenha que ser
necessáriamente, conscientemente construído pela pessoa, já que é construído
automaticamente com o processo da evolução! O Merkabah é usado para muitas
coisas. Uma das maiores é a proteção dos campos energéticos. Outra é como meio
de transporte. Ele é um veículo de luz que opera automaticamente, mesmo que uma
pessoa nunca seja treinada conscientemente para usá-lo.
         Uma coisa interessante, é que ele muda
de forma após cada iniciação que recebemos. O Merkabah de cada pessoa é
diferente, já que seu formato é criado na iniciação, de acordo com o
desenvolvimento de sua consciência.        
         Existe apenas um Merkabah. O Merkabah
movimenta-se automaticamente quando é necessário.   Podemos pedir um alinhamento e clarificação do Merkabah! O
Merkabah pode mudar de forma, já que, a cada iniciação, ele muda para refletir
o crescimento de nossa consciência.
         Quando a alma de cada pessoa viaja à
noite, ou mesmo em viagens conscientes da alma, ela está em seu Merkabah. Não
é nada que alguém tenha que fazer conscientemente, já que acontece de maneira
automática! Existem muitos professores Espirituais dizendo que vocês têm que
fazer visualizações, mudras, respirações, e assim por diante, para fazer o
Merkabah. Não há nada errado em trabalhar com visualizações, técnicas de
respiração, mudras, e fazer girar o Merkabah, e assim por diante; elas podem
ser ferramentas úteis, entretanto, é importante entender qual a aparência do Merkabah
e como ele funciona, sem necessidade das ferramentas e técnicas! Tudo foi
criado por Deus para trabalhar para nós automaticamente! Podemos apenas
apreciar a corrida. Podemos ver o nosso desenvolvimento em nossa consciência
pela aparência de snosso Merkabah depois de cada iniciação!    Parte de se construir o corpo de luz é
ancorar os corpos de luz superiores, um por um, nos campos de energia e em todo
o sistema! Assim, sempre que um corpo de luz superior é ancorado e ativado, o
Merkabah, em certo sentido, causa isso. Sendo que o Merkabah é o corpo mais
externo que envolve os campos de energia de uma pessoa.
         Sua extensão vai de 3 a 15 metros. Mais
interessante ainda é que, dependendo do que estamos pensando, ele se estende
infinitamente mais. Potencialmente, conforme uma pessoa cresce em evolução Espiritual,
o campo Merkabah pode se estender infinitamente. Entretanto, no nível de
evolução das pessoas no Planeta Terra, se alguém for um Mestre altamente avançado,
que é o que eu gosto de chamar de “Mestre Espiritual Integrado”, tiver
integridade total e tiver transcendido o ego a um alto grau, então, é possível
para esse Mestre Terreno, estender seu Merkabah até um nível Universal! Tudo
isso é governado pelo processo de pensamento e pelo nível  e grau de Liderança Espiritual e trabalho de
Serviço Mundial Planetário!
      O Merkabah é semipermeável por
natureza, e permite que todos os outros corpos de luz se estendam para fora
quanto forem capazes, enquanto, simultaneamente, ainda provê proteção total. O
Merkabah é indestrutível e é criado por Deus. Onde os outros corpos de luz
podem, potencialmente, sair de equilíbrio, o Merkabah não o faz. Ele também
ajuda a canalizar as energias dos corpos de luz, e é automaticamente programado
por Deus para funcionar com todos os códigos, freqüências, funções e sabedoria
de todos os diferentes corpos de luz, em todos os 352 níveis de Deus! Para
aqueles que estão integrados e equilibrados como Mestres Espirituais a serviço
total de Deus e dos Mestres, e são puros de coração, o Merkabah permite que o
trabalho de serviço e o trabalho de luz sejam feitos além do nível de
integração de seus corpos de luz, por determinação de Deus e dos Mestres;
entretanto, isso apenas pode acontecer se a pessoa estiver operando
verdadeiramente como um “Mestre Espiritual Integrado”!
Fonte: Apostila Sacerdócio da Ordem Melchizdek IV

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!