Sai buscar

Toca com os dedos todo esse imensurável, abraça a ventura do devir. Verte todas as lágrimas, mas não esqueças nunca de sorrir. Ama com o fulgor do fogo, pois quando se esvai o tesouro presente, sobra-te a sombra do passado e o lamento descontente.

Percorre esses desertos áridos, lança-te sobre as tuas paisagens. Quem busca só pela ânsia de buscar, se perde nas tantas miragens. Dança ao som do mais simples verso, sê louco, seduza, pois a vida se vai ligeira quando o espírito se flagra disperso.

Acolha os ventos da mudança e as inesperadas despedidas. Viva todas as cores, viva todas as cores, pois tudo, tudo é Vida. Mergulha dentro do Ser, embriaga-te de ti mesmo, sem se perder em entender, pois os mistérios se escondem onde as palavras divagam a esmo.

Põe já de lado as tantas queixas, não te atrase no sofrimento vão. Se os olhos se demoram nas dores, cega-te para a perfeição. Faz bom uso deste teu breve caminhar, pois o real caminho te aguarda do outro lado, quando a gota enfim se torna o mar.

Muita Luz

Edgar Martins

Fonte:
#xamanismoseteraios #xamanismo #espiritualidade#autoconhecimento #natureza #pachamama#shamanism #ancestralidade #tao #cura

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!