Sobre os Registros Akáshicos

O que sabemos das pesquisas em física quântica e o que sabemos das tradições perenes, tradições espirituais, várias escrituras, é um quadro pintado. Por exemplo, nos Vedas existe esse princípio dos registros Akáshicos, que é basicamente um espaço que permeia toda a existência. A idéia é que esse espaço não esteja vazio, cheio de energia e informação e também registre energia e informação.
.
Em várias tradições de sabedoria, o que vemos ao longo do tempo é uma dimensão espaço-temporal que não é realmente vazia da maneira como pensamos no espaço, e registra tudo o que já aconteceu, incluindo todos os pensamentos que já foram pensados, todas as intenções que já foram intencionadas, toda emoção que já foi sentida – é registrada neste campo. Há algo inato nessa realidade espaço-temporal que registra tudo naturalmente. – Eric W. Thompson
.
O Akasha, a Luz Astral, pode definir-se como a Alma Universal, a Matriz do Universo, o Mysterium Magnum do qual tudo quanto existe é nascido por separação ou diferenciação. É a causa da Existência por todo espaço infinito. É o Espaço. – H.P. Blavatsky.
.
Simbolicamente, o Akasha significa ‘primeira substância’, representa o céu, éter ou espaço e funciona como uma espécie de “biblioteca”. É um conjunto de conhecimentos que contém registros vibracionais/energéticos de cada Alma ao longo de sua jornada. Todos os pequenos e grandes eventos, todos as experiências plasmadas de nossa existência são constantemente armazenadas.
.
No Akasha todas as informações contidas lá são conhecidas como ‘Registros Akáshicos’. Alguns destes registros são individuais, contendo todas as informações vibracionais relacionadas ao passado, presente e futuro de cada Alma. Outras informações abrangem tudo o que ocorre, ocorreu e ocorrerá no Universo; é uma realidade multidimensional, transcendental, onde não existem tempo e espaço.
.
Estes registros podem ser acessados através da intuição e da meditação. – A.D.
.
[…] É uma parte da Mente Divina. É mencionado na Bíblia como “O Livro da Vida”. Os budistas se referem aos registros Akáshicos como “Memória da Natureza”.
É uma das ferramentas mais poderosas disponíveis no Planeta para nos ajudar a recordar a nossa condição de Unidade Divina. Quando nos ascendemos à energia dos Registros Akáshicos, abrimos um canal à comunicação direta com nossos Mestres e Anjos.
.
Dentro desta dimensão espiritual mais alta, somos capazes de fazer perguntas, obter explicação e orientação. Também podemos identificar outras experiências de vida que nos afetam nesta.
.
Estas “memórias” revelam situações que no presente ajudam a revisar as situações cármicas, conhecer o propósito de nossa vida, esclarecer os vínculos, as passagens nesta vida, pois estão formadas por uma massa de informações acumuladas das encarnações vividas, para nos auxiliar na elevação e, também, para o bem de todos que nos cercam.
.
Este “instrumento” nos permitirá perceber a limitação de nossos padrões e crenças, que criam véus de ilusões ao redor da nossa verdadeira alma. À medida que desvendamos estes véus e aprendemos nossas verdades, voltamos mais conscientes do que verdadeiramente somos, recuperando a Divindade que é a própria Natureza, nosso poder, a conexão com tudo que existe. Estaremos livres para nos permitir voar a níveis mais altos. –

Muita Luz,

Edgar Martins

Fonte: https://www.instagram.com/p/CAwFC6Ghubg/?utm_source=ig_web_copy_link

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!