Técnicas Projetivas


Há várias técnicas para promover a saída lúcida para fora do
corpo, dentre as quais apresentaremos algumas. Para aqueles interessados em
conhecer outras, indicamos o tratado Projeciologia. Na aplicação das técnicas é
importante observar os seguintes fatores básicos:
  1. a vontade para se projetar.
  2. a intencionalidade.
  3. o estado fisiológico e psicológico.
  4. a auto-organização.
  5. a persistência e a determinação na aplicação da técnica.
  6. a preparação do ambiente físico para maior conforto do corpo.
  7. o aproveitamento e o registro de toda experiência.
  8. o estado energético.
  9. a idade, pessoas mais jovens em geral projetam-se mais espontaneamente, mas
    as pessoas mais idosas têm mais maturidade para aproveitar as experiências.
  10. autoconfiança nas próprias potencialidades.
  11. o espírito investigador, científico, sem
    misticismos.

Técnica da Concentração
Mental

Essa técnica se baseia na concentração fixa em um
objeto simples, que leva a consciência (a pessoa) a se desligar de tudo à sua
volta até que o seu psicossoma, seu outro corpo de manifestação, se desencaixe
do corpo físico.
Técnica Projetiva – Concentração Mental.
O objeto
sugerido é uma vela acesa, pela sua simplicidade e capacidade de fixar a nossa
atenção.

As etapas da técnica são:

  1. Isole-se em um ambiente fechado onde não será perturbado durante a prática.
  2. Coloque uma vela acesa em um prato grande, sobre uma mesa, longe de cortinas
    ou outro objetos (a fim de evitar acidentes), em um dos cantos do ambiente.
  3. Feche as janelas para evitar o vento.
  4. Sente-se em uma poltrona ou cadeira confortável no outro extremo do
    ambiente, há aproximadamente 3 metros da vela.
  5. Escureça completamente o ambiente, deixando apenas a luz da vela.
  6. Fixe a sua atenção na chama da vela, afastando outros pensamentos até que
    chegue ao ponto em que, para si mesmo, só existam você e a vela.
  7. Durante a técnica, evite devaneios, pois os mesmos distrairão sua atenção e
    prejudicarão a sua saída.
  8. Ao perceber um estado de leveza, de descoincidência, busque dirigir-se até a
    vela com o seu outro corpo, o psicossoma, deixando seu corpo físico na poltrona.

  9. Ao atingir a projeção, busque manter a lucidez e sair para outro ambiente.
  10. Após a experiência, registre todas as suas percepções e
    vivências.

Técnica da Auto-imagem
projetiva

Essa técnica para se projetar para fora do corpo é
ideal para aqueles que têm facilidade para dormir sentado em uma poltrona e se
baseia no estudo detalhado de sua própria imagem refletida em um
espelho.
Técnica da Auto-imagem projetiva.

As etapas para aplicação dessa técnica são:

  1. Isole-se em um ambiente fechado, onde não será perturbado durante a prática.
  2. Sente-se em uma poltrona confortável colocada em frente a um espelho grande
    que reflita todo seu corpo quando estiver de pé.
  3. A poltrona deve ser colocada perto do interruptor da luz que ilumina o
    ambiente.
  4. De pé, através do espelho, você vai inspecionar todo o seu corpo,
    especialmente o rosto, como se nunca tivesse se visto antes, reparando em
    detalhes nunca notados antes.
  5. Repare em cada expressão, forma, cor e contorno de sua face, cabelo, testa,
    sobrancelhas, olhos, nariz, boca, queixo, orelhas, de uma forma profunda.
  6. Depois, fixe em seus olhos e repita seu próprio nome várias vezes de forma
    audível e clara.
  7. Visualize-se a si mesmo no lugar da imagem no espelho, esqueça o espelho e
    todas as circunstâncias físicas, e mantenha intensamente essa visualização, até
    ficar com sono.
  8. Nesse ponto, desligue a luz e durma na cadeira.
  9. Após essa visualização intensa, como se você fosse a imagem no espelho, a
    tendência é o seu psicossoma sair do corpo em direção ao espelho, ocorrendo o
    seu despertamento fora do corpo e começando a projeção lúcida.
  10. Após o retorno, registre todas as suas percepções e
    vivências.

Técnica da Projeção Consciente
Fragmentada

É aquela na qual o individuo exterioriza
gradativamente partes do seu psicossoma (corpo emocional) em áreas específicas.
Braços, pernas, tronco, individualmente ou continuamente, ocorrendo mais
raramente a projeção da paracabeça. Esta projeção faz com que a pessoa tenha a
sensação de que há em seu corpo uma segunda mão, segundo braço, etc.
Técnica da Projeção Consciente Fragmentada.
Para o experimento, deve-se passar por um período de
auto-relaxação física e mental. Cerrando as pálpebras o experimentador deve
voltar sua atenção para um seguimento ou parte específica do seu corpo humano,
aplicando através de sua vontade íntima, o comando para que tal parte
manifeste-se para cima, lembrando que seu corpo humano deve permanecer estático.
Após sentir que certo seguimento esteja deslocado, a atenção deve ser voltada
para a parte seguinte a ser projetada. Sem apressar o processo, o experimentador
deve levar o mesmo comando para todas as partes de seu corpo, querendo que seus
segmentos extrafísicos saiam pouco a pouco de seu estado de coincidência
(encaixe) dos corpos.
Ao alcançar sucesso na projeção fragmentada, o
experimentador está preparado para projeção pelo psicossoma inteiro na dimensão
extrafísica.

Mobilização básica de energias

A
Mobilização básica de energias é a técnica pelo qual a pessoa através de sua
força de vontade passa a perceber e controlar suas energias.
A Mobilização
básica de energias consiste em 3 movimentos energéticos: Circulação Fechada com
a instalação do Estado Vibracional, Exteriorização e Absorção.
1. Circulação
fechada de energias é o controle consciente dos movimentos energéticos dentro de
você mesmo percorrendo da cabeça até os pés e mãos e retornando a
cabeça.
Circulação fechada.
Estado vibracional – dinamização máxima das energias.
A
circulação fechada de energias tem como objetivos:
  1. Instalar o estado vibracional: condição que predispõe a desintoxicação das
    energias e também a decolagem do psicossoma na projeção lúcida
  2. Sanar distúrbios orgânicos, minidoenças e indisposições.
  3. Ampliar suas autodefesas energéticas, não permitindo a entrada de energias
    indesejáveis no seu campo energético.
  4. O estado vibracional estimula a autoconfiança do praticante, pois sua
    percepção indica a melhoria nos exercícios energéticos
2.
Exteriorização de energias é o movimento em que o indivíduo lança suas energias
por todos os lados e sentidos para fora do seu campo.
Exteriorização de energias.

A exteriorização de
energias tem como objetivos:

  1. Aumento do campo de energias individuais
  2. Percepção das energias do ambiente.
  3. Doação de energias de forma espontânea para assistência.
3.
Absorção de energias é o movimento de captação de energias de ambientes
positivos através da vontade do praticante.
Absorção de energias.
A Absorção de energias tem como
objetivos:
  1. Recuperação de disposição e saúde.
  2. Aumento do desempenho projetivo do praticante.
  3. Recuperação das horas de sono.
Para aplicar a técnica o
praticante deve seguir estas etapas:
  1. Busque uma posição confortável, deitado(a) ou sentado(a). Pode ser aplicada
    de pé também, exigindo maior controle motor e de equilíbrio do corpo físico.
  2. Comece a concentrar a atenção e a perceber suas energias. Elas podem ser
    percebidas como um calor em torno de você ou sensação de eletricidade no corpo.
    Cada pessoa pode apresentar um sinal característico para a manifestação das
    energias.
  3. Leve através da vontade suas energias a se concentrarem no alto de sua
    cabeça.
  4. Faça suas energias percorrerem seu corpo da cabeça até os pés e mãos e
    retorne a cabeça repetindo este movimento várias vezes.
  5. Com a aceleração da circulação de energias se instala o estado vibracional.
    As sensações podem ser: intenso calor percorrendo o corpo, eletricidade,
    formigamento e outras. É bom estar atento para perceber a particularidade da sua
    percepção.
  6. Pare o estado vibracional e comece o movimento de exteriorizar suas energias
    para todos os lados para o ambiente em que você se encontra.
  7. Agora inicie o movimento de absorver energias. O praticante pode optar por
    absorver energias de ambientes mais tranqüilos como fontes da natureza do
    cosmos, do mar,…
  8. Após o término da mobilização básica de energias realize uma inspiração
    profunda e movimentos leves para voltar a vigília física e à coincidência dos
    veículos de manifestação.

Sobre o autor | Website

Deixe um comentário abaixo:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!