XANGÔ : CONHEÇA AS CARACTERÍSTICAS DESTE ORIXÁ

Xangô é o orixá da Justiça. Ele rege tanto a justiça divina quanto a justiça dos homens, de forma imparcial, sem escolher lados. Conheça mais sobre este poderoso orixá.

Ele é o orixá da sabedoria, da justiça, da política. Seu poder é representado pela balança, simbolizando o equilíbrio do julgamento. Ele é quem luta para manter o universo divino balanceado e consistente. A representação de Xangô muitas vezes é feita com um machado. É um machado de dois gumes, que representa a força da justiça que corta para os dois lados, representando a neutralidade do equilíbrio. Quem invoca a justiça de Xangô deve ter em mente que também será julgado, e se estiver devendo à justiça divina, também terá que pagar.

A ATUAÇÃO DO ORIXÁ

Quando se pede a intervenção de Xangô pela justiça é preciso estar atento que antes de nos ajudar, ele irá analisar a nossa conduta. Ele verifica se temos sido justos em nossa vida com os nossos semelhantes. A balança deste orixá busca o equilíbrio e tudo o que não está de acordo com a Justiça Divina é contado. Ele nos provém da justiça que buscamos de acordo com a nossa necessidade e merecimento.

OS FILHOS DE XANGÔ

Os filhos de Xangô são descritos como tipos firmes, seguros, energéticos. São seres que inspiram a maturidade mesmo quando jovens, sem que isso lhes tire a beleza ou alegria. Têm comportamento comedido, prezam pela sua segurança e por isso nunca dão um passo maior que a perna. Suas medidas e decisões são tomadas com estabilidade. Assumem facilmente a liderança, são bons conselheiros e não gostam de ser contrariadores. São normalmente serenos, mas podem passar a atitudes austeras e até agressivas quando estão irados ou contrariados. São discretos, humildes e não guardam rancor de ninguém.

O medo de cometer injustiça, muitas vezes, retarda suas decisões. Contraditoriamente, o maior defeito dos filhos de Xangô é julgar os outros. Eles precisam aprender a domar essa caracerística para se tornarem verdadeiros representantes do Senhor da Justiça, do Rei das Pedreiras. É um erro pensar que os filhos de Xangô têm privilégio em seu julgamento. Ele atua sobre os seus filhos com o mesmo peso do machado, para educar e ensinar sobre a justiça. Este orixá é o pai que auxilia e educa o filho para o caminhar por toda a eternidade, para fazer dele o reflexo divino do equilíbrio, lealdade e justiça.


A SIMBOLOGIA DO ORIXÁ

As pedras e rochas são símbolos de Xangô , pois representam a estabilidade do mineral. Quando as pedras se chocam, saem faíscas que iniciam o fogo. Por isso, o elemento de Xangô é o fogo. E essa é uma analogia da chama purificadora e equilibradora de Xangô.

Muita Luz,

Edgar Martins

Fonte:
http://www.wemystic.com.br/artigos/xango-umbanda-orixa/

Sobre o autor | Website

Deixe um comentário abaixo:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!